CONJUNTO CANTO NOSSO E A PIANISTA VALDILICE DE CARVALHO, DIA 19-4-2014

Centro de Música Brasileira apresenta o conjunto Canto Nosso e
a pianista Valdilice de Carvalho

Um repertório raro e sofisticado


Valdilice de Carvalho

Dia 19 de abril, sábado, às 19h30, o Centro de Música Brasileira (CMB) apresenta a pianista Valdilice de Carvalho e o trio Canto Nosso (voz, flauta e violão) na Sala Cultura Inglesa do Centro Brasileiro Britânico, em Pinheiros. O Canto Nosso é formado porSonia  Goussinsky (canto), Marilia Macedo (flautas) e Fábio Bartoloni (violão). No repertório obras de: Alberto Nepomuceno, Alexandre Levy, Carmo Bartoloni, Celso Del Neri, Dilermando Reis, Diogo Fleury, Elpídio dos Santos, Emília De Benedictis, Fabiano Lozano, Luiz Levy, Najla Jabor, Nilcéia Baroncelli, Osvaldo Lacerda, Oswaldo Franconi, Villa-Lobos e Villani-Côrtes. Apoio Cultural: Cultura Inglesa de São Paulo. Grátis!

A obra de Nilcéia Baroncelli será em primeira audição.

Em seus recitais solo e de música de câmara Valdilice de Carvalho tem executado obras em primeira audição de muitos compositores que lhe dedicaram diversos trabalhos como de várias compositoras brasileiras.

O trio Canto Nosso apresenta obras de compositores representativos da música brasileira desenvolvida no século XX, principalmente em São Paulo. A sonoridade do violão por Fábio Bartoloni, associada ao canto de Sonia Goussinsky e as flautas de Marília Macedo,  percorre as diferentes possibilidades que a nossa música apresenta, mostrando com isso suas semelhanças e  sua interessante diversidade.


Canto Nosso
 O Centro de Música Brasileira - CMB comemora 30 anos de existência promovendo e divulgando a Música Brasileira Erudita de todas as épocas e estilos. O CMB foi fundado em São Paulo em 18 de dezembro de 1984 e iniciou suas atividades em 1985. Já realizou 295 apresentações em São Paulo, e um total de 47 em cidades do interior dos Estados de São Paulo e Minas Gerais. Promoveu nacionalmente vários concursos de interpretação: 7 de Canção de Câmara Brasileira; 5 de Músicas Brasileiras para Piano e 2 de Músicas Brasileiras para Flauta. Atualmente é presidido pela pianista Eudóxia de Barros.

Programas:

1ª Parte - Valdilice de Carvalho

Luiz Levy (1864-1935) - Ave Maria (Paráfrase da ópera Otelo de G.Verdi)

Emília De Benedictis (1919-1996) - Viagem

Najla Jabor (1915-2001) – Jongo

Nilcéia Baroncelli (1945) – Cubanos e Brasileiros (Primeira audição)

Osvaldo Lacerda (1927-2011) – Ponteio n.3

Oswaldo Franconi (1917-2006) – Turquesa (Primeira audição)

Alberto Nepomuceno (1864-1920) – Valsa

Diogo Fleury (1911-1980) – Valsa opus 20 nº 1

Alexandre Levy (1864-1892) – Moderato/Allegro molto da Schumanniana opus 16

2ª parte: conjunto Canto  Nosso:
Sonia  Goussinsky – canto
Marilia  Macedo – flautas
Fábio Bartoloni – violão

Programa :

Dilermando Reis  - Se ela perguntar - violão
- Magoado - flauta e violão

Celso Del Neri - O último andar – trio

Carmo Bartoloni - Seresta - flauta e violão

Osvaldo Lacerda - Vácuo - canto e violão
- Saudade – trio

Edmundo Villani–Côrtes  - Imaginária Serenata – trio

Mario de Andrade - Viola quebrada – trio

Heitor Villa-Lobos - Estudo 11 – violão

Fabiano Lozano - Acalantos – trio

Heitor Villa Lobos - Prelúdio nº 3 – violão
- Ária das Bachianas nº 5 – trio

Elpídio dos Santos - Casinha branca  - trio


Valdilice de Carvalho é uma pianista natural  de  São  Paulo. Iniciou seus estudos com Margarida Viserta e diplomou-se pelo Conservatório Musical Carlos Gomes na classe de Sarah Lima. Aperfeiçoou-se com Helena Plaut ,uma das principais assistentes de Magdalena Tagliaferro e participou de várias master classes e cursos de extensão cultural .
Como bolsista, realizou na Europa, estudos em Santiago de Compostela (Espanha),Saint Preux (Suíça), Salsburgo (Áustria) e no Conservatório Real de Haia (Holanda), tendo sido a primeira brasileira a estudar nessa instituição de ensino e realizou apresentações em teatros e diversos centros culturais holandeses
Em seus recitais solo e de música de câmara tem executado obras em primeira audição de muitos compositores lhe dedicaram diversos trabalhos.
Foi uma das primeiras pianistas no Brasil a realizar um recital solo com obras de mulheres compositoras.
Possui um conjunto de cinco CDs gravados:   
- Luiz e Alexandre Levy (única antologia inédita sobre esses dois compositores)                                                                                                                       
- Valsas Brasileiras,
- Páginas Brasileiras
- Viagem (destaque para a música portuguesa)
- Em Tempo de Valsa.
Em 2012, realizou recital no Centro de Música Brasileira.
Paralelamente desenvolve um trabalho didático em instituições de ensino, bem como na organização de eventos musicais e concursos. Atualmente é professora do Conservatório Musical Villa-Lobos e da Faculdade de Música da FITO de Osasco (SP).   
Participou de vários congressos nacionais e internacionais, tendo feito palestras sobre música brasileira, ministrado master classes e participado do júri de concursos de piano nos Encontros Ibero-Americanos de Piano realizados em Havana (Cuba).

Canto Nosso
Sonia Goussinsky – canto
Marília Macedo – flautas
Fábio Bartoloni – violão

O trio apresenta obras de compositores representativos da música brasileira desenvolvida no século XX, principalmente em São Paulo. A sonoridade do violão, associada ao canto de Sonia Goussinsky e às flautas de Marília Macedo,  percorre as diferentes possibilidades que a nossa música apresenta, mostrando com isso suas semelhanças e  sua interessante diversidade.

Sonia Goussinsky , soprano,  Doutora pela USP, é mestre em canto pelo Trinity College of Music de Londres, e pós-graduada em Música Antiga na Guildhall School of Music and Drama de Londres, após formar-se em canto pela UNESP.
Além do repertório de música antiga, é também cantora especializada no cancioneiro judaico, com ênfase no ídiche, repertório alvo de sua tese de doutorado defendida em 2013: Era uma vez uma voz: o cantar ídiche, suas memórias e registros no Brasil.
Na França foi regente do Coral Rénanim (Marselha), além de integrante das Cenas de Óperas do Conservatório Nacional de Marselha e cantora do Ensemble Vocal Ad Fontes, paralelamente ao seu trabalho como professora de canto no Centre Tivoli e na escola Musique en Mouvement.
De volta ao Brasil desde 2007, vem recebendo orientação vocal da Professora Victoria Kerbauy.
Tem participado de congressos e ministrado cursos de canto e de Música Antiga na Escola Municipal de Música de São Paulo, USP, UNICAMP, UEM (Maringá), UFRJ e no Festival de Música de Ourinhos. Realiza preparação vocal de espetáculos teatrais, em parceria com a diretora Leslie Marko.
Integrou duos com a cravista Stella de Almeida e com os pianistas Achille Picchi, Valéria Mastrorosa e Fabio Bezuti. Integra o Trio Sospirare de Música Antiga e o Quarteto La Sirena,  além de apresentar-se junto a outras formações como o Quarteto Tau e o Duo Bartoloni de violões, o Quinteto Fontegara,  e em shows de canções ídiche, com roteiro de Samuel Belk, “O Mundo de Sholem Aleichem” e “Canções de um outro mundo”.
Foi professora do bacharelado e da pós-graduação da Faculdade de Música Carlos Gomes e tem lecionado em cursos de pós-graduação da Faculdade Paulista de Artes.
Atualmente, além de sua de atuação pedagógica em outros núcleos artísticos e musicais,  integra o corpo docente do Musicalis - Núcleo de Música de São Paulo, do Conservatório Villa-Lobos e da Faculdade de Música da FITO, onde leciona canto, história da música, prática de Música Antiga e orientação de monografias. Mais recentemente, passou a integrar o quadro de professores da Escola Superior de Teatro Célia Helena.

Marília Macedo iniciou seus estudos de flauta doce  nos Seminários de Música Pró Arte de São Paulo, tendo estudado posteriormente com vários professores de São Paulo e Rio de Janeiro.
Bolsista do Ministério de Educação da Holanda, foi aluna de Ricardo Kanji no Conservatório Real de Haia e participou de master-classes  de interpretação de música barroca com Frans Brüggen.
Tem intensa participação no movimento de música antiga de São Paulo,  apresentando-se  em teatros e salas de concerto da capital e do interior paulista e de cidades do Paraná, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Minas Gerais.
Atuou como solista em programas da Sociedade Bach, da Orquestra da Sociedade Pró Música Antiga de São Paulo ,  da Orquestra Barroca de SP, da Orquestra Sinfônica da USP,  da Orquestra Sinfonia Cultura, da RTC, e da OSM- Orquestra Sinfônica Municipal. Participou de projetos de Música de Câmara do Coral Paulistano e da montagem da ópera “Orfeo”, de Monteverdi, no Theatro Municipal de São Paulo. Tem atuado  como flautista convidada junto ao Coralusp.

Gravou os CDs: “Missa In Memorian Artur Bispo do Rosário”, de Arrigo Barnabé –  lançado pelo Banco do Brasil;   “Na Trilha do Novo Mundo”, com o Grupo Carmina, pelo CPC – Centro Popular de Cultura – lançado em 2006; “Registros de música regional” (participação),  com arranjos especialmente realizados por Edmundo Vilani-Cortes; “Velho Mundo Novo”, com o grupo Novo Ovo Novo, lançado em 2008;  “Novo Ovo Novo”, com patrocínio da Secretaria de Estado da Cultura.
É professora de flauta doce do Musicalis – Núcleo de Música.

Fábio Bartoloni é Mestre em Música pelo Instituto de Artes da Unesp, já foi premiado em diversos concursos, como o Concurso Mozarteum e o Concurso Souza Lima. É professor de violão na Faculdade de Música FITO, na EMESP Tom Jobim e no Conservatório Villa-Lobos, além de ser diretor artístico do Concurso de Violão Musicalis.
Realizou estreias mundiais de obras para violão solo dos compositores Achille Picchi e Paulo de Tarso Salles e a gravação destas obras foi exibida no programa Violão da Rádio Cultura de São Paulo. Foi curador da série de Concertos Trilhas Eruditas do SESC Pinheiros.
Já se apresentou em diversas cidades como Londres, Paris, Cambridge, Laon, Darmstadt, La Paz, São Paulo e Rio de Janeiro, entre outras.

Ao lado de seu pai, Giacomo Bartoloni, integra o Duo Bartoloni, que gravou o CD 5 compositores brasileiros por 2 violonistas (2003), se apresentando nas principais séries de concerto do país e em cidades da Europa como Paris, Laon (França) e Darmstadt (Alemanha). Realizou diversos recitais na França, onde também gravou CD Romantique (2009) ao lado do Duo Franco-Brasileiro.
Foi integrante do Quarteto Tau desde sua criação em 2003 lançando os CDs Brasileiro (2007) e Cordas Brasileiras (2012), este último produzido por Paulo Bellinati. Também fez a estreia mundial do Concerto para quatro violões e orquestra de Eduardo Escalante com o grupo. O Quarteto Tau acaba de realizar uma turnê pela Europa apresentando-se, entre outros lugares, na Igreja St Martin in the Fields em Londres, na Universidade de Cambridge e no Teatro Lês Etoiles em Paris. Também é integrante do Quarteto Bartoloni de violões e do Duo Lucatelle-Bartoloni que lançará o CD Sonatas e Fantasias para piano e violão em 2014.


Dia 19 de abril, sábado, às 19h30
Centro de Música Brasileira
Valdilice de Carvalho – Piano
Trio Canto Nosso - Sonia  Goussinsky (canto), Marilia Macedo (flautas) e Fábio Bartoloni (violão)
Apoio Cultural: Cultura Inglesa de São Paulo.
Local : Sala Cultura Inglesa do Centro Brasileiro Britânico (160 lugares)
Rua Ferreira de Araújo, 741 
Pinheiros - São Paulo 
Tel: (11) 3039 0500

Grátis!

Comentários

Postagens mais visitadas